Utilizando o Azure para envio de e-mails: Configurando DNS Reverso

Uma das principais tarefas que precisamos realizar quando queremos configurar um servidor de e-mail é justamente garantir que as entradas de DNS estejam corretamente configuradas. Para receber, geralmente nos preocupamos com as entradas de registro MX, este é quem vai dizer qual dos nossos servidores está responsável por receber e-mails enviados para nosso domínio. Para enviar, não precisamos de nenhum registro específico para que o transporte funcione, mas isso não quer dizer que não teremos problemas.

Da mesma forma que mapeamos um nome à um determinado IP, também podemos mapear um IP à um determinado nome. Este tipo de registro é chamado PTR, ou DNS Reverso. Essa é uma das formas de garantir que um determinado servidor é realmente quem ele está dizendo que é, sendo assim, é comumente utilizado em sistemas anti-spam para verificar a genuinidade do servidor de origem. Quando não temos esta entrada configurada, os e-mails enviados por nossos servidores podem cair na caixa de spam do destinatário ou sequer chegar.

No Azure precisamos recorrer ao powershell para configurar esta funcionalidade.

Adicionando DNS Reverso a um Cloud Service já criado

Para isso, vamos executar o comando Set-AzureService, que modifica as configurações de um Cloud Service existente. Utilizamos o parâmetro -ReverseDnsFqdn. Não esquecer do ponto no final do FQDN.

Set-AzureService –ServiceName "meuapp1" –Description "MeuApp1 com DNS Reverso" –ReverseDnsFqdn "meuapp1.cloudapp.net."

Criando um novo Cloud Service com DNS Reverso

Basta passar o parâmetro -ReverseDnsFqdn ao criar um novo Cloud Service.

New-AzureService –ServiceName "meuapp1" –Location "East US" –Description "MeuApp1 com DNS Reverso" –ReverseDnsFqdn "meuapp1.cloudapp.net."

Visualizando uma configuração existente

Neste caso, basta executar o comando abaixo para pegar todas as informações deu um cloud service especício, incluindo a configuração do DNS Reverso se habilitada.

Get-AzureService "meuapp1"

Removendo uma configuração existente

Para remover, basta passar uma string vazia ao parâmetro -ReverseDnsFqdn conforme abaixo:

Set-AzureService –ServiceName "meuapp1" –Description "MeuApp1 com DNS Reverso" –ReverseDnsFqdn ""

Referências:

[1] Announcing: Reverse DNS for Azure Cloud Services. http://azure.microsoft.com/blog/2014/07/21/announcing-reverse-dns-for-azure-cloud-services

[2] Windows Azure Management Cmdlets. https://msdn.microsoft.com/en-us/library/azure/dn495184.aspx

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *